Algumas observações importantes

Rainha de Todos os Povos 

A Senhora de Todos os Povos

__ No decorrer das Aparições ocorreram diversos Prodígios Eucarísticos. A Mãe de DEUS insistiu para o amor, a devoção e o respeito que devemos ter com a Presença Real do Divino Salvador, nas espécies consagradas do Pão e do Vinho. Também pediu para ficarmos vigilantes, em relação a falsas doutrinas que procuram diminuir a posição central e principal de Jesus Eucarístico na vida da Igreja.

__ Em muitas mensagens nos alerta sobre o fim dos tempos, e a Vinda Gloriosa de Nosso Senhor e Salvador, JESUS CRISTO: “Haverá paz, a verdadeira paz. Povos, esta paz verdadeira é o Reino de DEUS”, disse a Rainha do Céu e da Terra.

__ A Virgem Santíssima alertou ainda para uma grande crise de fé na Igreja, em todo mundo, causada pela desvalorização do sobrenatural e místico, com trágicas conseqüências para as almas, os povos e as nações.

__No dia 3 de maio de 1996, o bispo da diocese de Haarleu Amsterdam, Henrik Bonners, e o seu auxiliar, Josef Punt, autorizaram oficialmente o culto publico a Nossa Senhora, com o título de “Senhora de todos os povos”.

__Antes, em 31 de maio de 1955, a Santíssima Virgem MARIA, pediu:

”Deveis fazer de tal modo que, a cada ano, os povos se reúnam diante desta imagem, ao redor deste trono. Esta é a grande graça que MARIA, ou, a Senhora de todos os povos, pode dar ao mundo”.

__ A imagem que nossa Mãe se refere acima, é a forma em que Ela se manifestou: “Em pé sobre o globo terrestre, com um vestido branco, solto, escorrido, deixando visível os pés descalços. Uma faia dourada na cintura, e um pequeno véu na cabeça. Cabelos pretos e longos. Os braços estendidos para baixo, em diagonal,  e de cada mão saem 3 raios: “Estes, são raios de graça, Salvação e Paz”. A suas costas, por detrás, surge uma grande Cruz. No alto, em semicírculo, a seguinte frase: A Senhora de Todos os povos. Ao fundo, emoldurando a Imagem, uma luz dourada. Ainda junto ao globo terrestre, um extenso rebanho de ovelhas.

__ Disse o cardeal Alfons Stickler, em carta, aos participantes de um encontro, em Amsterdam, no dia 13/05/1997:

        “Considero um grande dom as Aparições que houve em Amsterdam, desde 1945. À vidente Ida foi revelando, sobretudo a vontade de Deus em venerar MARIA, Sua Mãe, como Co-Redentora, Medianeira e Advogada. Nossa Senhora anuncia que o Santo Padre deve proclamar estes títulos como dogma, para a renovação da Igreja e de toda a humanidade, no ESPÍRITO SANTO. A Igreja deveria submeter estas mensagens a sério exame à luz dos acontecimentos que se verificarem na Igreja e no mundo nestes 50 anos: Uma impensável crise de fé, da moral, da política e da economia. Quando a Senhora de Todos os povos veio a Amsterdam, em 1945, ninguém podia imaginar em que medida seriam realizadas estas profecias”.

__ Em 20/06/96, faleceu Ida Peerdeman, o bispo diocesano, Dom Henrik Bonners, presente no encomendamento do corpo disse:

“Era, e permaneceu até a morte, uma senhora completamente sóbria, e teve sempre grande relutância na glorificação à sua pessoa. Ela era absolutamente sincera, e disse a verdade sobre tudo aquilo que ouviu”.

Deus seja Louvado!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s